Queremos ir a Melgaço, uma cidade que nunca teve médico. E contamos com você

11ago2013---menino-toma-banho-em-area-de-esgoto-no-bairro-central-da-cidade-de-melgaco-a-cerca-de-300-km-de-belem-apesar-de-ser-o-municipio-com-o-pior-idh-do-brasil-a-cidade-vem-obtendo-melhoras-em-1376077221860_615x300

É com prazer que o DCM dá seu primeiro passo numa inovação trazida pela internet ao jornalismo digital: o crowdfunding.

Basicamente, é a parceria que se estabelece entre leitores e veículo em torno de uma determinada pauta de interesse das duas partes.

A pauta que escolhemos tem a alma do DCM – expressa na luta por dar voz a quem não tem.

Decidimos ir a uma das cidades mais pobres do Brasil, Melgaço, no Arquipélago de Marajó, no Pará. Até a chegada do programa Mais Médicos, não havia um simples consultório médico à disposição dos habitantes de Melgaço.

Queremos mostrar a transformação na cidade: como era a vida sem médicos e como as pessoas encaram a perspectiva de enfim poder tratar decentemente da saúde.

Queremos também mostrar o primeiro médico que se instalou na cidade: as razões de sua escolha, suas impressões iniciais e seus desafios.

Este projeto se traduzirá num diário e num documentário. À frente dele estará a jovem e premiada documentarista Alice Riff.

Submtemos a ideia ao maior site brasileiro da área de crowdfunding, o Catarse. Ela foi acolhida, e agora é a fase de recolher doações de pessoas que, como nós, se entusiasmem pelo projeto.

Os valores podem ser os mais diferentes, como você terá a oportunidade de constatar no Catarse. O objetivo é chegar à soma que permita a Alice e um assistente passarem uma semana em Melgaço, e o custo da edição. Nem um real a mais.

Prêmios a doadores estão no Catarse. Um deles estipula um encontro com a autora no qual ela falará de sua experiência, responderá a questões e mostrará, em primeira mão, o documentário.

É a internet encontrando caminhos para a prática de um jornalismo independente – e também com a dose exata de um ativismo.

É nossa experiência inicial. E temos a convicção de que será a primeira de muitas, nas quais brasileiros sempre à margem da mídia corporativa receberão, do DCM, voz e cara.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!