Reinaldo Azevedo e os ‘pixulecos’ da Odebrecht. Por Paulo Nogueira

Petralha?
Petralha?

Que é engraçado ver Reinaldo Azevedo, sempre tão acusatório, se defendendo estrepitosamente, ninguém pode negar.

Ele está sendo atacado por um público que sempre o idolatrou: a direita.

Um leitor do site arquiconservador Antagonista fez a seguinte pergunta: “Teria RA recebido uns pixulecos da Odebrecht?”

A celeuma está em torno das iniciais RA colhidas pela PF no celular de Marcelo Odebrecht.

Há muitos RAs no universo, mas só um ligado tão fortemente à Veja. E depois de RA, no celular de Odebrecht, aparece a palavra Veja.

O que ajudou nas suspeitas contra RA é que, estranhamente para seus leitores e para seu padrão, ele vinha atacando Moro e a Lava Jato desde a prisão de Odebrecht.

Antes que surgissem suas iniciais, o desconforto de seus leitores já era patente.

Você só não vê isso nos comentários de seu blog na Veja porque RA deleta qualquer coisa que não signifique apoio e aplausos.

Mas os insatisfeitos encontraram outros lugares para expressar sua desconfiança. Um deles é o site Antagonista. Outro é o site Ceticismo Político, CP, ainda mais de direita que o Antagonista.

“Por que Reinaldo Azevedo está tão estranho?”, perguntou o editor do CP. Em outro texto, ele afirmou que RA escolheu, no caso Odebrecht, “o lado errado”.

Tudo isso posto, para voltar à pergunta de um leitor do Antagonista, teria RA recebido uns “pixulecos” da Odebrecht para defender seu dono?

Não acredito.

RA tem uma série de defeitos, mas não parece ser um sujeito que escreve por encomenda expressa de um plutocrata.

Ele defende a plutocracia, no geral e não no particular. Assim, é mais fácil crer que ele tenha realmente se condoído com a sorte de Marcelo Odebrecht.

Para além deste caso, fica uma constatação.

Estrelas da direita só servem, para seus seguidores, se fizerem o que se espera deles.

Caso contrário, adeus.

Joaquim Barbosa, o Batman dos fanáticos de direita, foi duramente criticado no Twitter depois que se colocou contra a redução da maioridade penal.

Um internauta chegou a mandá-lo calar a boca.

De Reinaldo Azevedo os leitores esperam o que ele sempre lhes deu: ódio infinito contra o PT.

Isso significa apoiar Moro em quaisquer circunstâncias. A não ser, é claro, que Moro deixe de parecer o maior inimigo do PT em todo o mundo.

Na prática, pessoas como JB ou RA não influenciam ninguém. São antes usados — e implacavelmente fiscalizados – pela direita punk.

Se saírem da trilha, são descartados.

Nos dois sites citados anteriormente, muitos internautas, em comentários, dizem que deixaram de ler RA.

Para ele, e para tantos outros, não existe escolha.

Ou agem como os desvairados desejam ou são crucificados como as pessoas que eles perseguiram tão selvagemente.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!