Repórter da Globo critica Léo Lins do SBT por piada com voo da Chapecoense

Segundo a VejaSP, um vídeo em que o humorista Léo Lins faz piadas sobre o desastre aéreo do voo da Chapecoense que levou a morte de 71 pessoas está causando revolta nas redes sociais e entre os envolvidos no acidente.

Na gravação, Lins traça um paralelo entre a morte brutal do jogador Daniel (que ocorreu no fim de 2018, após o jovem ser torturado) e a tragédia envolvendo o time catarinense, em novembro de 2016. “Fiquei impressionado: ele foi na festa da filha e ainda pegou a mãe (…). Pelo menos, ele morreu depois de comer coisa boa. Não foi como o jogador da Chapecoense, que foi comida de avião“, afirmou. Na gravação, boa parte da plateia não ri e alguém diz “pesado”. Lins responde: “Eu gosto assim”.

Sobre o vídeo, e outras piadas sobre o time, o jornalista Pedro Rocha, responsável por cobrir a Chapecoense nos campeonatos para a Rede Globo, publicou um desabafo em seu Instagram na quarta (6). “Esses jogadores que se foram, essas 71 vítimas que se foram na maior tragédia aérea do esporte mundial, não é piada, é história, é dor, é um buraco no peito das famílias, das pessoas de uma cidade, de todo mundo que se comoveu com essa tragédia”, desabafa. “Quando vejo um humorista fazer diversas piadas, não uma, foram mais de três em uma curta pesquisa que fiz no canal dele, me embrulha o estômago. Léo Lins, isso aqui é história, meu amigo. Não é piada”.

Viúvas dos jogadores e familiares de outros profissionais da tragédia também repudiaram o posicionamento do humorista. “É triste ver pessoas sem coração que não se colocam no lugar das outras”, escreveu Susi Ribas, mulher do jogador Willian Thiego. “Perdi meu pai no voo da Chape e não achei nada engraçado. Se você consegue encontrar alguma graça nisso, você é uma pessoa irrecuperável”, escreveu Thalisson Araújo, filho do cinegrafista Ari Junior.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!