Reumatologista rebate Mayra Pinheiro: “Ou é mentirosa ou não entende do que tá falando”

Mayra Pinheiro, a “Capitã Cloroquina”

João Alho, professor e médico pela UEPA-Santarém, postou uma thread (fio) precioso no Twitter sobre as mentiras de Mayra Pinheiro, a Capitã Cloroquina, na CPI da Covid nesta terça (25).

Leia:

“Sou reumatologista e trato com hidroxicloroquina pacientes com chicungunha CRÔNICA, pois não estamos tentando matar vírus (que já não participam dessa fase) e sim a ação reumática da doença. Mayra Pinheiro ou é mentirosa ou não entende do que tá falando.

LEIA – Mayra diz não gosta de ser chamada de “capitã cloroquina” porque não é do Exército

Na fase aguda da chicungunha, ou seja, quando tem ação viral, a hidroxicloroquina é CONTRAINDICADA, assim como corticoides e antinflamatorios, pois seus efeitos adversos podem causar graves problemas, somados à ação do vírus, sem conferir nenhum benefício.

LEIA MAIS – Capitã Cloroquina blinda Bolsonaro e diz que nunca recebeu ordem sobre medicamento

Seja na chicungunha ou na artrite reumatoide ou no lúpus ou qualquer indicação de hidroxicloroquina usamos NO MÁXIMO 400 mg ao dia, enquanto que no reino da fantasia negacionista usam PELO MENOS o dobro dessa dose diária.

Não é papel da CPI discutir evidências científicas, pq já temos certeza que ela está errada, não deveria ter espaço para defesa do negacionismo. Mayra está no senado como testemunha de um inquérito de crimes cometidos contra a Saúde Pública, que já matou mais de 450 mil pessoas”.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!