Reuters usa sósia de Bolsonaro em matéria e fica melhor que o original

Atualizado em 18 de março de 2024 às 7:39
Sósia de Bolsonaro. Foto: Reprodução

Homem de duas caras Bolsonaro sempre foi: diz uma coisa pela manhã e desmente tudo à tarde, zombando da população.

Foi assim nos seus quatro anos no exercício da presidência do Brasil.

A Reuters, fundada no Reino Unido em 1851, reconhecida como a maior agência de notícias do mundo, resolveu trabalhar com o tema das duas caras do falastrão. E o resultado ficou melhor que o esperado.

Num vídeo divulgado neste domingo em seu canal no YouTube, 17, a agência utilizou imagens de um sósia do capitão interagindo com seus seguidores. A ideia é ilustrar a matéria. O sósia aparece nos primeiros 14 segundos.

A reportagem critica as declarações feitas por Bolsonaro durante o evento de lançamento da pré-candidatura do deputado federal Alexandre Ramagem (PL-RJ) à Prefeitura do Rio de Janeiro, ocorrido no sábado, 16.

Bolsonaro declarou não sentir temor de ser julgado pelas acusações de seu alegado envolvimento em uma tentativa de “golpe de Estado” articulada após as eleições de 2022.

A Reuters ressaltou que as declarações foram feitas “um dia após uma investigação policial revelar que Bolsonaro tentou cooptar os chefes militares do país para o golpe”.

Bolsonaro no evento da candidatura de Ramagem. Foto: Reprodução

A agência se refere a Bolsonaro como “líder de extrema direita”, destacando que ele está inelegível por “abusar de seu poder como presidente” e “criticar repetidamente o sistema eleitoral do país”.

Seguidores do ex-presidente foram às redes para criticar a peça criativa.

No seu linguajar que ninguém entende, Carlos Bolsonaro deu a sua cacetada:

“Tenho mais respeito pelos oxiúros do que pelas milícias digitais do amor, fabricantes de narrativas e desinformação 24h por dia”, disse o filho e mentor intelectual dessa idiotice ambulante.

 

Até o momento, o vídeo possui mais de mil visualizações no canal da agência de notícias no YouTube, com mais de 3 milhões de inscritos.

Confira o vídeo:

Siga nossa nova conta no X, clique neste link

Participe de nosso canal no WhatsApp, clique neste link

Entre em nosso canal no Telegram, clique neste link