Roberto Carlos chega aos 44 anos de especial na Globo, acredite se quiser

O programa estreou em 1974. Foto: Estevam Avellar/Globo

A Agência Estado informa que já são 44 anos que Roberto Carlos separa suas canções, faz uma lista de convidados e se apresenta, todo ano (menos um, 1999), na TV Globo. Muito romântico, o especial deste ano, vai ao ar nesta sexta-feira (21), às 22h20, depois de O sétimo guardião. O programa estreou em 1974 (cinco anos depois do JN, um depois do Fantástico) e seu formato, com poucas mudanças, mantém um sucesso de audiência intocável: em 2017, ao atingir 31,2 pontos de média de ibope em São Paulo, bateu seu recorde em 12 anos.

Em 2018, foram 500 profissionais envolvidos na logística e produção do show, quatro meses de pré-produção até o dia da gravação (4) e sete dias de ensaio.
Além da estreia de Marina Ruy Barbosa ao microfone, Michel Teló, Alejandro Sanz, Zizi Possi e o filho de Roberto, Dudu Braga, participam do show. Foram três dias de montagem do palco e estrutura, montados num dos estúdios da Globo no Projac – que, em noite de gala, recebe estrelas da dramaturgia e jornalismo da emissora. O palco este ano teve quatro painéis de LED, totalizando 144 m², e um número maiúsculo de 110 mil contas nas cortinas que enfeitaram o palco, mudando de luz de acordo com a música.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!