Saiba quais as pistas que as crianças do acidente aéreo deixaram na floresta da Colômbia

Atualizado em 10 de junho de 2023 às 14:24
Imagem: Reprodução

As forças de segurança da Colômbia encontraram, na sexta-feira (09), os quatro irmãos que estavam desaparecidos na Floresta Amazônica após um acidente aéreo. As vítimas são crianças indígenas, têm idade entre um e 13 anos e estavam perdidos há 40 dias na mata. Pistas deixadas pelas crianças auxiliaram as autoridades a encontrá-las.

No fim de maio, militares colombianos encontraram uma pegada em meio à floresta. Próximo às pegadas, o grupo localizou restos de frutos, provavelmente consumidos pelos desaparecidos. As autoridades já haviam registrado outros sinais de que as crianças estavam vivas. Os militares identificaram uma mamadeira que provavelmente pertencia ao irmão mais novo do grupo, Cristin Neriman, de apenas 1 ano. A equipe também se deparou com um abrigo improvisado de paus e pedras, e com objetos como uma tesoura e fitas de cabelo.

Os quatro irmãos desapareceram no dia 1° de maio, quando um avião caiu na Amazônia colombiana após problemas mecânicos. O piloto da aeronave chegou a reportar problemas no voo, mas desapareceu dos radares logo em seguida.

A perícia encontrou três corpos de adultos mortos no local do acidente, entre eles o da mãe das crianças. Outra vítima era líder da comunidade indígena dos irmãos procurados, que pertencem à etnia Huitoto.

Crianças sobreviventes da queda de um avião Cessna 206 são resgatadas por militares colombianos. Foto: Reuters
Participe de nosso grupo no WhatsApp, clique neste link 
Entre em nosso canal no Telegram, clique neste link