Sem golpe, Lava Jato e neoliberalismo, Brasil seria hoje 27% mais rico, diz estudo de consultoria

Dilma

A informação é do insuspeito Luiz Carlos Mendonça de Barros, que foi diretor do Banco Central, presidente do BNDES e Ministro das Comunicações do governo FHC.

“Sem golpe, sem Lava Jato e sem neoliberalismo, Brasil seria hoje 27% mais rico”, escreveu no Twitter.

“Estudo feito pela consultoria MB Associados aponta que o Brasil teria mais R$ 1,8 tri em seu PIB se tivesse mantido a média de crescimento anterior a 2014”.

Deu no Valor:

O exercício hipotético mostra o que se perdeu em termos de crescimento econômico nos últimos anos, mas também o desafio da recuperação à frente, especialmente em setores importantes como investimentos e construção civil, diz Sérgio Vale, economista-chefe da MB.

“Desde 2013, o Brasil tem sofrido solavancos de diversas formas que levaram a uma queda importante e histórica do PIB e do PIB per capita no período.”

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!