Senador catarinense fala em “baianada” do governador – e leva invertida de colega baiano. Por Raymundo Gomes

Já era de se esperar: Jorginho Mello é puxa-saco de Jair Bolsonaro

POR RAYMUNDO GOMES

O senador Jorginho Mello (PL-SC) usou o termo preconceituoso “baianada” para criticar o governador de seu próprio estado, Carlos Moisés (PSL). Levou uma invertida memorável do colega Otto Alencar (PSD), da Bahia.

Foi durante a sessão virtual do Senado para ouvir o novo ministro da Saúde, Nelson Teich, em relação às medidas adotadas contra a pandemia de Covid-19. Ao formular sua pergunta, Jorginho Mello fez uma crítica à gestão do governador na compra de equipamentos de saúde:

– Eu sou de Santa Catarina, Ministro, um Estado que está tentando controlar, o Governador está fazendo umas baianadas lá, umas “barbeiradas” lá, comprando equipamento onde não há para entregar, mas isso é um problema nosso lá – disse Mello.

Horas depois – o formato da sessão virtual não permite apartes logo depois das intervenções dos senadores -, seu colega Otto Alencar, baiano de Ruy Barbosa, na Chapada Diamantina, não deixou passar a ofensa a seus conterrâneos:

– Começo por rebater uma palavra inadequada do nobre Senador Jorginho Mello, que disse que o seu Governador fez uma “baianada”. Não. Se ele tivesse feito uma baianada, o seu Governador teria feito a coisa certa, porque a Bahia está trabalhando corretamente. Temos aqui 70% de leitos vagos de UTI, com atendimento, com dois hospitais de campanha já prontos e atendendo os pacientes, sob a liderança do Governador, do Secretário Fábio Vilas-Boas e do Prof. Badaró, que é um dos maiores infectologistas do Brasil e do mundo. O seu Governador certamente, Senador Jorginho Mello, fez uma “cabanada”, que vem de cabana, orelhudo, similar a asno. Então, dirija-se ao seu Governador dessa forma e respeite os baianos.

Confira:

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!