Silvio Santos cancela programa após apresentador se desentender com dois diretores

Olivier Anquier em cena do reality Bake Off Brasil: projeto solo do cozinheiro foi engavetado. Foto: Reprodução/SBT

Gabriel Perline no site Notícias da TV informa que subiu no telhado o programa solo de Olivier Anquier no SBT. Contratado neste ano para integrar o júri fixo do Bake Off Brasil, ele estava desenvolvendo uma atração para apresentar ao lado de sua mulher, a atriz Adriana Alves, mas acabou se desentendendo com dois diretores da emissora e teve seu projeto cancelado na última semana.

O chef francês queria uma atração aos moldes do Diário do Olivier, do GNT, em que ele viajava pelo mundo ao lado de sua mulher desbravando a culinária de cada país.

O SBT entendeu que a atração não funcionaria na TV aberta. Mas, como Olivier fez a proposta do programa já com um grande patrocinador envolvido, a emissora sugeriu que o formato fosse repaginado. O problema é que o francês começou a dar trabalho nos bastidores, rejeitando tudo o que lhe foi proposto.

A emissora escalou a diretora Norma Mantovanini, que trabalha na casa há mais de 12 anos. Ela trouxe diversas ideias, mas Olivier recusou todas.

O SBT então a substituiu por Michael Ukstin, que está sem função na emissora desde que Patricia Abravanel deixou de ter um programa solo. Novamente, o chef francês não gostou dos rumos pensados para sua atração solo e pediu a substituição do queridinho da filha de Silvio Santos.

Em uma terceira tentativa, Lucas Gentil foi chamado para a difícil missão de encontrar algum rumo para Olivier Anquier e seu plano de programa.

Acontece que o diretor nem teve tempo de parar para pensar muito na atração, porque Olivier foi notificado recentemente na emissora de que o projeto havia sido cancelado e que o SBT não estava interessado em investir nesse produto no momento. A conversa, porém, poderia ser retomada no futuro.

A reportagem entrou em contato com Adriana Alves, mulher de Olivier Anquier, que confirmou as substituições dos diretores, mas negou qualquer tipo de mal-estar. Ela também afirmou que novas reuniões com a emissora serão feitas a partir de fevereiro para tirar o programa do papel.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!