Só agora a Federação Espírita Brasileira diz que João de Deus não é confiável

O médium João de Deus, acusado por mulheres de abuso sexual — Foto: Reprodução/TV Globo

Publicado no blog do Paulopes

Só agora, depois que dezenas de mulheres denunciaram João de Deus de abuso sexual, a Federação Espírita Brasileira sai das sombras para dizer que, por orientação, médium não pode ficar sozinho com a pessoa assistida, seja ela quer for.

O safado do médium levava algumas mulheres (as mais novas e bonitas)  para um quartinho e lá as molestava. Uma estrangeira diz que foi penetrada por trás.

As denúncias saíram agora na Rede Globo, mas, em Abadiânia, onde o médium tem um “hospital”, se sabia há tempos do assédio do tarado.

Em nota, a Federação chega a sugerir que João de Deus não é um verdadeiro espírita, porque não segue a “doutrina da caridade material e espiritual desinteressada”.

Trata-se de uma alusão à fortuna do curandeiro, que inclui uma fazenda e um garimpo.

A nota da Federação Espírita foi emitida com um atraso de uns 10 anos.

A entidade, portanto, se omitiu, foi conivente.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!