“Sou a favor do AI-5. Bolsonaro governa sozinho”: o ato de bolsonaristas e coronavírus na Paulista

Manifestantes na Paulista no ato pró-Bolsonaro do dia 15 de março

A Avenida Paulista recebeu um punhado de bolsonaristas para atacar o Congresso, o STF e “enfrentar” o coronavírus.

Um quarteirão estava cheio, aquele que fica em frente à Fiesp.

O único carro de som, lotado, era do Movimento Direita Conservadora, cujos integrantes vociferavam palavras de ordem contra Maia, Alcolumbre, Toffoli, Lula, Gilmar Mendes e outros.

Volta e meia, os donos do trio elétrico soltavam um daqueles hits populistas do anos 80 para a plateia de terceira idade — grupo de risco da doença — balançar a pança e a latinha de cerveja.

E dá-lhe “Brasil, mostra sua cara”, “Que País é Esse?” e outras tranqueiras. É de perguntar por que os donos dos direitos autorais permitem isso. É conivência.

O DCM conversou com alguns dos presentes ao protesto. Ei-los:

 

 

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!