Stones, maconha, o cosmos, Pablo Escobar.. 15 documentários para ver na Netflix agora. Por Zambarda

 

Making a Murderer

n

Uma série de 10 capítulos que abordam o sistema de Justiça norte-americano com um viés crítico, o documentário conta a história de Steven Avery. O ex-presidiário passou 18 anos na prisão por um crime que não cometeu.

Como o nome propriamente diz, o filme mostra a construção de um criminoso diante da opinião pública, mesmo baseado em fatos mentirosos. A polícia no caso de Avery errou ao buscar indícios e pistas que o incriminaram sem considerar outros fatores.

Laura Ricciardi e Moira Demos foram as duas mulheres que dirigiram o material lançado em 2015 e captado com 10 anos de trabalho. O material exibe 30 anos da vida pessoal de Avery.

Requiem for the American Dream

Também do ano passado, este documentário dirigido por Peter D. Hutchison, Kelly Nyks e Jared P. Scott aprofunda as questões econômicas dos Estados Unidos. Desde a queda do banco Lehman Brothers em 2008, a maior potência global passa por uma profunda crise que agravou a situação de desigualdade social.

Abordando o pensamento do filósofo e linguista Noam Chomsky, grande nome da esquerda e do anarquismo dos EUA, Requiem tenta responder a pergunta: será o fim do sonho americano? A maior crítica do intelectual e do filme é justamente uma política econômica feita para proteger os mais ricos em tempos de revés no crescimento social.

Nós Roubamos Segredos: A História do WikiLeaks

Vazamento de documentos da Guerra do Iraque, privacidade na internet e exílio numa embaixada do Equador em Londres. Este documentário de 2013 conta a história da maior obra do ativista Julian Assange, o site WikiLeaks.

O filme trata sobre a importância política e social do trabalho de apuração da página online contra governos do mundo todo. Em tempos de vazamentos no jornalismo internacional, o material é interessante.

Deep Web

Outro documentário do ano passado, o longa aborda os bastidores da prisão do criador do site Silk Road, Ross Ulbricht. A página se encontrava em uma camada da internet distante das redes sociais e dos mecanismos de busca, conhecida como Deep Web.

A página era um mercado paralelo online de drogas e toda a sorte de produto ilegal. Ulbricht foi preso pelo FBI em 2013 e condenado a prisão perpétua.

The Internet’s Own Boy: The Story of Aaron Swartz

Programador que foi preso nos EUA ao usar a rede do Instituto de Tecnologia de Massachusetts para descarregar, sem pagar, artigos da revista científica JSTOR, Swartz se tornou um símbolo do ativismo pela informação livre. Este documentário aborda sua história, desde a criação de mecanismos como o RSS até seu encarceramento em 2011.

A fama de Aaron Swartz explodiu em 11 de janeiro de 2013. Encontrado enforcado em seu apartamento num aparente suicídio, ele se tornou um nome da tecnologia nas brigas judiciais pela livre circulação de dados na internet, além de protestos contra leis abusivas americanas.

Keith Richards: Under the Influence

Gênio do rock, junkie que sobreviveu a todas as drogas e um mistério da biologia, Keith Richards é o biografado deste documentário de 2015 com produção da própria Netflix. Para quem gosta dos Rolling Stones, o filme é uma viagem pelas músicas da banda, suas influências do blues e as histórias por trás das composições.

Percorrendo as influências de Keith, o filme traz seu ponto de vista sobre sua longa trajetória musical e mostra que ele ainda está produzindo aos 19 524 anos.

Indie Game: The Movie

Netflix tem alguns documentários sobre jogos eletrônicos, mas nenhum é tão bom e marcante quanto Indie Game: The Movie (2012). Através de três histórias – dos desenvolvedores Jonathan Blow (Braid), Edmund McMillen (Super Meat Boy) e Phil Fish (Fez) -, você tem o panorama da vida de um criador de games.

O filme explora as dificuldades, a vida pessoal, os sucessos e os fracassos no meio dos games. É um bom longa para quem gosta do assunto e até para quem tem interesse em conhecer melhor os jogos.

Cosmos: A Spacetime Odyssey

Famoso nos Estados Unidos, o programa conduzido pelo astrofísico Neil deGrasse Tyson é uma continuação direta do trabalho de Carl Sagan, consagrado nos anos 80. Caso você goste de ciências, provavelmente vai gostar desta nova temporada de Cosmos, abordando o tempo e o espaço.

¿Quién mato a Pablo Escobar?

Está empolgado com a série ficcional Narcos, da Netflix? Este documentário explora o Pablo Escobar real e como foi o seu império da cocaína na Colômbia.

Produzido em 2014, o filme aborda novos indícios sobre a morte do narcotraficante. As provas mostrariam envolvimento do governo colombiano e americano na execução de Escobar.

Eu sou Ali

Documentário de 2014, ele conta a história do maior boxeador de todos os tempos através das gravações dos telefonemas que deu para a filha e amigos. Ali faleceu no dia 3 de junho deste ano. O filme vai direto na vida pessoal de um homem que se tornou o símbolo de luta na vida.

O longa retrata o ápice do boxeador e sua decadência em virtude do Parkinson. Depoimentos de adversários como George Foreman e Joe Frazier enriquecem a narrativa.

Amy

Percorrendo a juventude da cantora pop que morreu aos 27 anos por consumo de drogas e álcool, o documentário sobre Amy Winehouse mostra tanto ela em vídeos caseiros quanto no estrelato.

A fotografia do filme retrata que Amy era uma jovem alegre até se tornar perturbada com seu sucesso comercial. O longa de 2015 conquistou um Oscar de Melhor Documentário.

What Happened, Miss Simone?

Produção original da Netflix, este documentário de 2015 traz imagens inéditas da lendária cantora e ativista negra. Falecida em 21 de abril de 2003, seu pensamento parece ainda vivo para as próximas gerações que lutam por direitos igualitários.

O filme embala fãs de Nina Simone e serve para aqueles que querem conhecê-la.

The Culture High

A discussão sobre a legalização da maconha vai além dos criminosos e da repressão policial. Intelectuais e até músicos como o rapper Snoop Dogg estão diretamente conectados no debate.

Lançado em 2014, The Culture High tenta explicar a importância de uma mudança na lei a respeito das drogas. É válido para quem já conhece o debate aprofundar os conhecimentos e até para quem discorda da legalização para quem sabe mudar de ideia.

The Square

Documentário de 2014 sobre a Primavera Árabe e os movimentos de derrubada do governo militar no Egito, este filme é altamente recomendável para entender a atual situação no Oriente Médio.

Embora a Turquia seja uma sociedade muito diferente da egípcia ou mesmo de outros países que foram enquadrados nesses movimentos, os acontecimentos recentes possuem conexão. A similaridade ocorre principalmente na capacidade da mobilização popular diante de regimes totalitários.

Cowspiracy: O segredo da sustentabilidade

Filme idealizado por Kip Andersen e Keegan Kuhn, os diretores trazem uma mensagem forte para incentivar as pessoas a se tornarem vegetarianas. Apesar da brincadeira no título com a palavra “conspiração”, o longa faz uma crítica profunda sobre os nossos hábitos alimentares carnívoros.

A dupla Andersen-Kuhn questiona até o papel de ONGs como o Greenpeace na militância por um planeta mais sustentável, pois 51% dos gases estufa vem da agropecuária e não dos combustíveis fósseis ou outras formas de poluição. O diagnóstico da pesquisa levantada na telona, baseada no Worldwatch Institute, é: se queremos ainda viver na Terra, teremos que mudar mesmo os nossos hábitos alimentares.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!