Temer obedece Aécio e demite ministro que tucano chamou de “bosta de um caralho”. Por Joaquim de Carvalho

Al Capone e Lucky Luciano

 

Michel Temer tirou do Ministério da Justiça o homem que Aécio Neves definiu como imprestável para seus planos de abafar as investigações da Lava Jato, Osmar Serraglio.

Seu substituto é Torquato Jardim.

Mesmo afastado do Senado, Aécio continua poderoso no governo de Temer, que ele ajudou a criar com o golpe que derrubou Dilma Rousseff.

Veja o trecho da fala de Aécio Neves que Joesley Batista gravou:

Aécio — Tá na cadeira (…). O ministro é um bosta de um caralho, que não dá um alô, peba, está passando mal de saúde pede pra sair. Michel tá doido. Veio só eu e ele ontem de São Paulo, mandou um cara lá no Osmar Serraglio, porque ele errou de novo de nomear essa porra desse (…). Porque aí mexia na PF.

O que que vai acontecer agora? Vai vim um inquérito de uma porrada de gente, caralho, eles são tão bunda mole que eles não (têm) o cara que vai distribuir os inquéritos para o delegado. Você tem lá cem, sei lá, 2.000 delegados da Polícia Federal. Você tem que escolher dez caras, né?, do Moreira, que interessa a ele vai pro João.

Joesley — Pro João.

Aécio — É. O Aécio vai pro Zé (…)

Aécio — Tem que tirar esse cara.

Joesley — É, pô. Esse cara já era. Tá doido.

Aécio — E o motivo igual a esse?

Joesley — Claro. Criou o clima.

Aécio — É ele próprio já estava até preparado para sair.

Joesley — Claro. Criou o clima.

 

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!