Terrorista que matou dois nos EUA no meio da rua durante protestos é seguidor de Trump e teve apoio da polícia

Kyle Rittenhouse, o assassino, em comício de Trump

A prisão de um adolescente que matou duas pessoas em meio a protestos em Kenosha, no estado de Wisconsin,

pela morte de um homem negro pela polícia atiçou a extrema direita do país.

Jacob Blake, de 29 anos, foi alvejado sete vezes nas costas pela polícia quando tentava entrar em um SUV onde seus três filhos estavam. Ficou paraplégico.

Kyle Rittenhouse, 17 anos, fã de Donald Trump e adorador de armamento pesado, saiu com um AR-15 num ato tresloucado que resultou em três manifestantes baleados, dois deles fatalmente, na noite de terça-feira, dia 25.

Policiais foram alertados naquele momento de que Rittenhouse – que era menor de idade e não tinha permissão para portar arma abertamente – estava vagando pela rua com um rifle semiautomático pendurado no pescoço.

Ninguém fez nada.

Ele só foi preso na quarta-feira na fronteira com Antioquia, Illinois. Kyle Rittenhouse postava nas redes sociais a favor do “Blue Lives Matter”, a resposta policial aos movimentos antirracistas.

Ele falou a repórteres antes do tiroteio sobre ser parte de uma patrulha de cidadãos que foi a Kenosha para proteger as empresas do vandalismo (vídeos abaixo).

Aparece em fotos em um comício de Trump neste ano em Des Moines.

Os ataques coincidem com a Convenção Nacional Republicana desta semana, cuja campanha é “lei e ordem”. Os discursos alertaram sobre “crime, violência, governo da máfia” e o “caos e violência em espiral em nossas comunidades”.

Essas advertências faziam referência a protestos em todo o país, que eclodiram após a morte de George Floyd em Minneapolis.

Trump retratou as cidades onde ocorrem as manifestações como infestadas de liberais anti-polícia inclinados à violência.

Rittenhouse virou herói de fascistas nos EUA — e seus imitadores no Brasil. As fake news dão conta de que ele matou um criminosos, entre eles um “pedófilo”. Mentira.

Um deles era Anthony Huber, skatista de 26 anos que tentou desarmar Rittenhouse e acabou morto.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!