Tribunal eleitoral absolve Vaccari de acusação de caixa 2

O ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto. Foto: Agência Brasil

Publicado na Rede Brasil Atual:

O ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto foi absolvido de crime de caixa 2, em sessão de julgamento no Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP), ontem (27). Vaccari foi beneficiado de sentença que também absolveu, da mesma acusação, o ex-prefeito Fernando Haddad e Francisco Macena, este tendo atuado como tesoureiro na campanha de 2012.

Na sessão desta terça, a Corte anulou sentença que havia condenado Vaccari por lavagem de dinheiro e associação criminosa.

A defesa de Vaccari, patrocinada pelo criminalista Luiz Flávio Borges D’Urso (D’Urso e Borges Advogados Associados), explica que a denúncia foi oferecida em maio de 2018, imputando-lhe a conduta de falsidade ideológica.

Apesar de o MP denunciar Vaccari somente pelo crime eleitoral, o juízo de 1º grau, embora tendo, de início, se declarado incompetente para a análise de outros crimes, ao final absolveu Vaccari de crime eleitoral, e, “surpreendentemente, o condenou pelos crimes de lavagem de dinheiro e associação criminosa, apesar destas imputações não constarem da denúncia, nem tampouco sobre os quais o acusado havia se defendido”.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!