TV Cultura diz que ataque hidrófobo de Diogo Mainardi a Haddad é culpa da “polarização que assola o país”

Diogo Mainardi: postura animalesca contra Fernando Haddad (Crédito: reprodução)

Uma leitora do DCM mandou email para a TV Cultura questionando o fato de uma emissora pública servir de palco das agressões de Diogo Mainardi a Fernando Haddad.

No último dia 9, Haddad foi ofendido de maneira gratuita e raivosa no programa “Manhattan Connection”. Mainardi o chamou de “poste de ladrão”, entre outras ofensas.

Em entrevista ao DCMTV, Fernando Haddad relatou que a produção lhe garantiu que Mainardi não participaria e que foi vítima de uma armação (veja no pé deste artigo).

Não é o papel de uma televisão mantida com dinheiro público. O episódio deve ser comprendido no contexto da propaganda de Doria.

A diretoria de programação da Cultura culpa a “polarização” por ter um pitbull suicida entre seus quadros.

Faz-me rir.

Confira no replay:

Lamentamos que o ocorrido no programa Manhattan Connection exibido em 10/02 tenha produzido efeitos negativos como o apontado em seu email.

Infelizmente o processo de polarização que assola o país nos últimos anos tem levado muitos dos envolvidos nesses debates a romper os limites do razoável e agir de forma acalorada, como o que aconteceu recentemente.

Ao mesmo tempo, reafirmamos a importância de sua mensagem pois somente com a eterna vigilância do cidadão, a TV Cultura pode seguir em sua missão de TV pública, plural, independente e, principalmente, atenta às demandas do seu telespectador.

Atenciosamente,

Diretoria de Programação