TV Globo ‘clona’ negros para disfarçar elenco branco em vinheta de fim de ano

Jéssica Ellen abre o coro de artistas cantando Um Novo Tempo na vinheta de fim de ano da Globo. Foto: REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Márcia Pereira no site Notícias da TV informa que, após enfrentar a polêmica da falta de negros em Segundo Sol, a Globo usou truques de edição para dar maior destaque aos artistas afrodescendentes em sua vinheta de fim de ano. Em pelo menos uma das versões compactas da vinheta, um mesmo ator negro aparece até três vezes, o que não ocorre com brancos. Fica parecendo que são maioria.

No clipe completo, que tem dois minutos e meio de duração, Dan Ferreira, Jéssica Ellen, Sheron Menezzes, David Junior e Jonathan Azevedo estão em destaque, presentes no começo e no encerramento. Atores brancos e muito mais estrelados não tiveram o mesmo tratamento, como Fernanda Montenegro e Lima Duarte.

A emissora lançou o clipe completo no Fantástico no último dia 25. Versões bem mais curtas, que podem variar de 30 segundos a um minuto, entram nos intervalos da programação.

Em uma dessas versões compactas, quase não há brancos, e negros que mal aparecem no clipe completo são os condutores da trilha sonora. São eles: Glória Maria, Toni Tornado, Maju Coutinho, Milton Gonçalves, Marcello Melo Jr., Aílton Graça e Juliana Alves.

Taís Araújo e Lázaro Ramos, dois artistas negros que estiveram onipresentes na programação de 2018, não aparecem no clipe completo nem foram encontrados nas versões compactas da vinheta já exibidasEles brilharam no primeiro semestre à frente da última temporada de Mister Brau.

Procurada, a Globo diz que os questionamentos sobre a versão compacta valorizando negros não fazem sentido.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!