Venezuela oferece 107 médicos para socorrer Manaus

Foto: Bruno Kelly/Reuters

Originalmente publicado em JORNAL GNN

Além de fazer o envio de caminhões carregados com cilindros de oxigênio para Manaus (AM), neste sábado, 16, o governo da Venezuela ofereceu a ajuda de 107 médicos, formados pela Escola Latino-Americana de Medicina de Caracas, para ajudar o sistema de saúde da capital, que encontrou em colapso essa semana após o aumento de casos de Covid-19.

Na noite desta sexta-feira, 15, o chanceler da venezuelano, Jorge Arreaza, afirmou por meio de redes sociais que os médicos compareceram ao consulado da Venezuela em Boa Vista (RR) para oferecerem seus serviços ao estado e enviaram uma carta ao governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), para concretizar a oferta.

Em meio a inércia do governo federal sobre a crise em Manaus, países foram acionados para prestar socorro. O governo de Nicolás Maduro, apesar de ser alvo dos ataques da gestão de Jair Bolsonaro (sem partido), logo se manifestou a favor do estado brasileiro.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!