Vergonha: CNMP adia pela 41ª vez julgamento de Dallagnol pelo caso do PowerPoint

Dallagnol e seu powerpoint picareta

O Conselho Nacional do Ministério Públicou adiou pela 41ª vez o julgamento do pedido de providências de Lula contra Deltan Dallagnol pelo caso daquele PowerPoint picareta.

Aconteceu na tarde desta terça, dia 18.

O caso está há quase quatro anos em tramitação e já ocorreu a prescrição da possibilidade de aplicar punições mais brandas ao procurador.

Atualmente não seria mais possível aplicar as penas de advertência, censura ou suspensão. É fantástico.

Celso de Mello, do STF, já havia decidido, liminarmente, por suspender os dois outros procedimentos contra o chefe da força tarefa da Lava Jato.

O PGR Augusto Aras defendeu hoje o fortalecimento do CNMP. Pediu para se evitar a impunidade de seus membros, destacando que “ninguém está acima da Constituição”.

Bobagem. Isso não se aplica a Deltan Dallagnol.

Dallagnol pode tudo. Ele é o ungido de Curitiba.

Dallagnol é inimputável. Ele é perfeito.

Nada, nem ninguém, é capaz de fazer frente a esse brasileiro.

Ele não presta contas a nenhum ser vivente, embora faça menções à “sociedade”.

Ele está numa liga superior a todos nós em todos os sentidos — inclusive no espiritual.

Não há país que sobreviva e um projeto de poder como o de Deltan Dallagnol.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!