“Viajamos para Cuba. É caso de descontrole e falta de caráter”, diz Aragão ao DCM da indicação do ex-amigo Janot para PGR

O ex-ministro da Justiça de Dilma, Eugênio Aragão, falou da indicação de Rodrigo Janot para o cargo de Procurador Geral da República.

Os dois eram amigos.

“Não é só descontrole. É descontrole mais falta de caráter. Ele é uma pessoa de fragilidade pessoal muito grande”, disse ao DCM no YouTube.

A partir do minuto 33:20.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!