VÍDEO: Atriz denunciou pediatra afastado pela acusação de abusar de crianças e adolescentes

A atriz Nina Marqueti foi a primeira a denunciar o médico Alessio Fiore Sandri Júnior, de Umuarama, Paraná. Em 2019, ela tomou coragem e contou que, dez anos antes, o pediatra que a atendeu tocou na sua vágina, em uma consulta sobre um problema estomacal.

Ela tinha 16 anos e, como toda vítima de crime desse tipo, ela conta ter ficado paralisada, por não imaginar que o médico pudesse abusar dela, tamanha a confiança que tinha no profissional, que cuidava dela havia alguns anos.

Mas, pela forma como foi tocada, viu que estava, mas só tomou coragem para fazer a denúncia tempos depois.

Depois dela, pelo menos outras sete jovens narraram ter passado por situações semelhantes.

Ontem, depois de um longo processo, o Conselho Regional do Paraná decidiu afastá-lo. Ao mesmo tempo, o médico responderá a um inquérito.

Nina, que hoje mora em Nova York, iniciou a campanha “Onde dói”, para que outras mulheres sejam encorajadas a quebrar o silêncio, que produz traumas profundos.

Veja abaixo o relato de Nina Marqueti e de outra vítima:

 

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!