VÍDEO: Bolsonaro diz que vacina ‘não está comprovada cientificamente’ e desobriga imunização

Reprodução

Nesta sexta-feira (22) em declaração a jornalistas na porta do Palácio da Alvorada, o presidente Jair Bolsonaro disse que “não há nada comprovado cientificamente” sobre a vacina CoronaVac, única aplicada no Brasil até o momento.

A CoronaVac teve uso emergencial aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) no dia 17. A aprovação significa que o imunizante tem a eficácia e a segurança necessárias para ser aplicada emergencialmente.

A eficácia e a segurança da CoronaVac foram comprovadas em ensaios clínicos conduzidos no Brasil. No país, a vacina é fabricada pelo Instituto Butantan, em São Paulo, instituição pública de pesquisa ligada ao governo do estado.

Bolsonaro repetiu que a vacinação não será obrigatória: “Eu não posso obrigar ninguém a tomar vacina, como um governador um tempo atrás falou que ia obrigar. Eu não sou inconsequente a esse ponto. Ela tem que ser voluntária, afinal de contas, não está nada comprovado cientificamente com essa vacina aí”, afirmou.

“O pessoal dizia que eu era contra a vacina. Eu era contra a vacina sem passar pela Anvisa. Passou pela Anvisa, eu não tenho mais o que discutir, eu tenho que distribuir a vacina”, completou Bolsonaro.

Confira o vídeo abaixo:

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!