VÍDEO: Bolsonaro volta a criticar TSE e diz que Brasil “vai chegar no limite”

Durante conversa com apoiadores em frente ao Palácio do Planalto, Jair Bolsonaro voltou a criticar o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e disse considerar “vergonhoso” que a Corte esteja julgando um processo que pede a cassação do mandato do presidente. A ação investiga se ele tem algum envolvimento no mudança de nome de uma página no Facebook chamada “Mulheres Unidas contra Bolsonaro”. O nome foi trocado por “Mulheres com Bolsonaro”.

“Vai chegar no limite”, afirmou o sujeito

Ele também alegou que não vai aceitar um “julgamento político”.

“Não queremos fazer nada de ilegal, ao arrepio da lei, mas também não admitiremos julgamento político. Aí não. Isso é afronta? Não é afronta, é uma realidade. (…) É até vergonhoso falar que um tribunal superior está julgando uma ação como essa”.

Num recado ao Supremo Tribunal Federal (STF), Bolsonaro acusou os ministros de estarem “abusando” e disse que chegou a hora de “tudo ser colocado no devido lugar”.

“Eu não vou ser o primeiro a chutar o pau da barraca. Eles (ministros do STF) estão abusando. Isso está a olhos vistos. O ocorrido no dia de ontem, quebrando sigilo de parlamentares, não tem história nenhuma vista em uma democracia por mais frágil que ela seja. Está chegando a hora de tudo ser colocado no devido lugar”.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!