VÍDEO: Conselho Nacional de Justiça contraria estado laico e reza o Pai Nosso na última sessão do ano

A pregação e a reza começam aos 2 horas e 44 minutos. Internautas se manifestaram na página do CNJ com críticas à iniciativa. “Benção do senhor??? Mais respeito à população, isso não é igreja! Que absurdo! Vocês são pagos com nosso dinheiro e não são permitidos a ficarem rezando. O estado é laico!”, disse um deles.

Outro comentou: “É isso que o Estado brasileiro se tornou? Uma República fundamentalista cristã? Essa gente não tem vergonha de ficar de reza durante sessão de órgão do Judiciário? Tribunal não é igreja, seus paspalhos!”

 

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!