VÍDEO: Cordeiro atirado de helicóptero em piscina de milionário argentino provoca revolta no país

Cordeiro atirado de helicóptero em piscina de milionário argentino provoca revolta no país. Foto: Reprodução/Twitter

Uma carcaça de cordeiro foi atirada de um helicóptero em uma piscina de uma casa em José Ignacio, no Uruguai, alugada por Federico Alvarez Castillo, proprietário da marca argentina de vestuário de primeira linha Etiqueta Negra.

Castilho e a esposa, a ex-modelo Lara Bernasconi, veraneavam nessa cidade repleta de butiques, restaurantes sofisticados e residências de milhões de dólares, onde argentinos famosos passam férias. O vídeo gerou reações negativas, com críticas vindas de políticos de esquerda, do ministro das Relações Exteriores e de veganos, entre outros, sobretudo sobre o alto custo do cordeiro. Programas de televisão dedicaram horas ao debate, com o vídeo sendo pausado a cada quadro e veterinários tentando entender se foi um cordeiro morto ou um porco vivo que caiu. Uma hashtag pedindo para as pessoas boicotarem produtos Etiqueta Negra viralizou no Twitter.

Autoridades uruguaias abriram uma investigação depois que vizinhos reclamaram da carne que caiu do céu. No Uruguai, onde os milionários do continente guardam dinheiro e se divertem, é proibido atirar objetos de aeronaves. Castillo se recusou a revelar quem atirou o cordeiro ou o motivo disso, mas admitiu que ele e sua família retiraram o corpo da piscina e colocaram na grelha, de acordo com o porta-voz da promotoria, Daniel Baubet. A investigação está tentando encontrar o helicóptero.

O caso aconteceu no dia 9 de janeiro e se tornou público no dia 14.

As informações são de Pablo Gonzalez da Agência Bloomberg.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!