VÍDEO: Delegada de polícia explica o caso do “João de Deus” de Cascavel, que também abusava de fiéis

A delegada Bárbara Strapasson, de Cascavel, conduz o inquérito que levou à prisão de um líder religioso em Cascavel que teria abusado sexualmente de mulheres.

O caso é parecido com o de João de Deus.

Segundo a delegada, a investigação começou esta semana com a informação de que o homem cometia os abusos durante rituais.

A Justiça aceitou o pedido de prisão preventiva feita pela Polícia Civil.

Por enquanto, os dados são mantidos em sigilo pela delegacia.

 

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!