VÍDEO: Depois de chamar Bolsonaro de bandido, padre diz agora que presidente é desequilibrado

Padre Edson Tagliaferro, da Igreja Nossa Senhora das Dores, em Atur Nogueira, interior de São Paulo, voltou a falar sobre Jair Bolsonaro. Num serão anterior, ele havia dito que Bolsonaro é “bandido”, “não vale nada” e afirmou que féis que votaram nele deveriam se confessar.

No último domingo, voltou a falar sobre Bolsonaro, em razão da grande repercussão de sua primeira fala. Disse que a frase foi divulgada isoladamente, sem que fosse atentado para o contexto do sermão.

Não retirou nada e ainda acrescentou:

“Eu queria deixar claro que não sou eu que não gosto do Bolsonaro. O mundo não gosta dele. O mundo está preocupado e debochando do Brasil, por causa do nosso presidente. Então não se preocupem com o padre Edson”, disse.
O padre também classificou Jair Bolsonaro como uma pessoa ‘desequilibrada’.
“O padre Edson é uma fichinha, é uma gota nesse oceano de tantas pessoas que têm falado mundo afora contra os desmandos de uma pessoa desequilibrada, que se preocupa só com o seu grupeto, e não se preocupa com 64 mil mortos que já se foram por causa da pandemia”, afirmou.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!