VÍDEO: Desembargador se recusa a usar máscara e humilha guarda municipal em Santos

Desembargador se recusa a usar máscara e humilha guarda municipal em Santos. Foto: Reprodução/Twitter

Um desembargador do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo ofendeu um guarda municipal.

Ele rasgou uma multa que havia sido aplicada por ele não utilizar máscara enquanto caminhava na praia, em Santos.

Isso aconteceu sábado. Os guardas realizavam a fiscalização na orla – a Prefeitura de Santos realiza uma força-tarefa neste fim de semana em uma ação de combate ao coronavírus, quando se depararam com o magistrado sem utilizar o equipamento de proteção Ao pedirem para que ele colocasse a máscara, o homem, que se identificou como Eduardo Siqueira, falou que não utilizava a proteção e que decreto que não tinha força de lei. Um dos guardas, então, saiu da viatura para autuar o desembargador. Neste momento, Siqueira  ameçou entrar em contato com o secretário de Segurança Pública de Santos, Sergio Del Bel, responsável pela Guarda Civil Municipal.

O magistrado então, pegou o seu aparelho celular e disse ligar para Del Bel. Por diversas vezes, ele tentou entregar o celular para que o guarda municipal falasse com o secretário. Em resposta, o guarda falou que se o titular da pasta de Segurança Pública quisesse falar, entraria diretamente em contato com ele. “Del Bel. Desembargador Eduardo Siqueira. Eu vou bem e o senhor, tudo calmo? Eu tô aqui com um analfabeto de um PM seu aqui, um rapaz. Só estou eu na faixa de areia onde estou e ele está aqui fazendo uma multa. Expliquei de novo, eles não conseguem entender”, afirmou Siqueira, que perguntou ao telefone se era necessário chamar a Polícia Militar para prender os guardas e disse que os agentes estariam o ameaçando.

É o novo “cidadão, não. Engenheiro”.

Atualização: O homem que aparece nas imagens humilhando o guarda municipal é, de fato, desembargador. O DCM o entrevistou por telefone e deve publicar reportagem em instantes. O desembargador Eduardo Siqueira disse que não está arrependido.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!