VÍDEO: “Ele não teria feito o que fez comigo se eu fosse homem”, diz Tabata Amaral sobre Ciro Gomes

Tabata Amaral fala de Ciro Gomes no Flow – Foto: Reprodução

Em entrevista ao Flow Podcast nesta segunda-feira (28), a deputada federal Tabata Amaral (SP) acusou o pedetista Ciro Gomes de ter sido machista com ela na tratativa da questão da reforma da previdência.

Tabata contou que tinha admiração pela administração de Ciro no Ceará por conseguir juntar a questão social com a questão fiscal. Ela ressaltou que ele defendeu a reforma da previdência em toda campanha.

“Quando chegou no governo… Foi uma coisa que ele falou para mim por telefone, que ele sabia do meu trabalho para mudar a reforma, Tabata a política é assim, tentei falar com o Lupi, não consegui, você vai ter que fazer o que estou dizendo, vai ter que votar contra”, contou Tabata.

“Ciro, eu consegui várias mudanças, eu sei que é necessário”, rebateu Tabata.

“A política é assim, a gente está de oposição, isso é um voto político contra o governo Bolsonaro”, teria dito Ciro à deputada.

“Ele não teria feito o que fez comigo se eu fosse homem”, apontou a parlamentar.

Tabata destacou que, apesar de quase um terço do partido ter votado a favor da reforma, ela foi a única que foi xingada por Ciro e chamada de “vendida”.

Veja abaixo:

Essa não foi a primeira vez que ela falou sobre as acusações feitas por Ciro contra ele.

Em participação no Roda Viva, Tabata também comentou o caso. Veja abaixo:

LEIA MAIS – “Eu entrei no PDT acreditando que o PDT de fato queria ser um partido de centro-esquerda”, diz Tabata Amaral

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!