VÍDEO: Em tom velado, Bolsonaro chantageia MP-RJ por investigar Flávio no caso da ‘rachadinha’

Capitão de pudor de achacar

‘Hipoteticamente’, como o próprio faz questão de ressaltar, Bolsonaro mandou um recado ao Ministério Público do Rio de Janeiro por investigar o caso das ‘rachadinhas’ envolvendo o filho Flávio.

“Se ele errou, paga”, diz o mandatário, para então insinuar sobre o que fariam autoridades do Estado caso um de seus filhos fosse investigado por trafico de drogas.

“Como vocês precederiam?”, pergunta. “Mandariam para fora do Brasil para esfriar o processo”.

Publicamente, não se sabe de alguma autoridade do Estado que esteja numa situação assim.

Por isso a dúvida: Bolsonaro, acusado de manter uma Abin paralela, teria informações privilegiadas para chantagear de forma tão explícita alguém do MP?

E mais: é papel do Presidente da República agir assim, lançando no ar suspeitas que o próprio chama de ‘hipotéticas’ e reclamando de perseguição ao filho, envolvido num caso de corrupção explícita?

Como próprio capitão diz em sua falação, “ficam aí com a palavra as autoridades do Rio de Janeiro”.

 

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!