VÍDEO: “Estado laico foi imposição de Evo Morales”, diz presidenta golpista da Bolívia sobre a Bíblia no palácio

Em entrevista à BBC, a presidenta autoproclamada da Bolívia, Jeanine Áñez, justificou sua entrada no palácio do governo com uma Bíblia como “uma manifestação de fé”.

Segundo essa picareta, “80% dos bolivianos” acreditam no mesmo deus que ela.

O “estado laico”, inventa a senadora, foi “imposição” do partido Movimento ao Socialismo, de Evo Morales.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!