VÍDEO – “Estou com nojo”: ex-jogador Gary Neville detona criação de novo campeonato europeu com clubes mais ricos

Gary Neville detona criação da Superliga

Ídolo do Manchester United e comentarista da TV inglesa “Sky Sports”, o ex-lateral-direito Gary Neville fez duras críticas à criação da Superliga Europeia, torneio privado em oposição ao modelo atual da Liga dos Campeões da Uefa.

12 grandes clubes se uniram para anunciar a formação do novo campeonato. São eles:

  • ArsenalChelseaLiverpoolManchester CityManchester United e Tottenham (Inglaterra)
  • Atlético de MadridBarcelona e Real Madrid (Espanha)
  • Inter de MilãoJuventus Milan (Itália)

Bayern de Munique e Borussia Dortmund, da Alemanha, e Paris Saint-Germain, da França, foram convidados mas se recusaram a participar.

A Uefa ameaça punir os clubes caso a competição seja de fato criada. “O futebol é baseado em competições abertas e mérito esportivo; não pode ser de outra maneira”, diz a nota da entidade que comanda o futebol na Europa.

As ligas da Inglaterra, Itália e Espanha também se manifestaram contra a Superliga, que tem como principal objetivo criar um conchavo entre os times mais ricos e separá-los dos demais.

Gary Neville definiu a ideia como “crime” e exigiu que os clubes separatistas sejam punidos: “Tirem os pontos. Tirem o dinheiro. E punam os clubes”.

“Eu torço pelo Manchester United há 40 anos na minha vida e estou com nojo. Absolutamente enojado. Estou com nojo principalmente do Manchester United e Liverpool. No Liverpool, eles dizem que ‘você nunca andará sozinho’, as pessoas do clube, os torcedores. Manchester United, 100 anos. Nascido de trabalhadores por aqui. E estão entrando em uma liga sem competição, da qual não podem ser rebaixados. É uma absoluta desgraça”, desabafou na Sky Sports.

Ele afirma que está lutando desde o ano passado pelo cancelamento da liga: “Honestamente, temos que lutar para recuperar o poder neste país pelos clubes que estão no topo desta liga. E isso inclui meu clube (Manchester United). Estou ligando há um ano, como parte de outro grupo, para que um regulador independente traga freios e contrapesos para impedir que isso aconteça. É pura ganância. Eles são impostores, eles não têm nada a ver.”

O ex-jogador quer uma punição severa para os rebeldes que aderirem à competição: “A motivação é a ganância. Tirem todos os pontos deles amanhã. Ponha-os na parte de baixo da liga. E tire o dinheiro deles. Sério. Você tem que pisar nisso. É um crime. É um ato criminoso contra os fãs de futebol neste país. Não se engane. Este é o maior esporte do mundo, o maior esporte deste país, é um ato criminoso contra os torcedores. Simples assim. Tirem os pontos. Tirem o dinheiro. E punam os clubes.”

Os ricos estão roubando o futebol.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!