VÍDEO: Jefferson deveria ser processado por homofobia por fala sobre orientação sexual de ministros do STF

Se os ministros do Supremo Tribunal Federal não querem defender a própria honra, processando Roberto Jefferson, que a sociedade o faça, através do Ministério Público Federal.

O presidente do PTB se referiu a dois ministro como “Carmen Miranda” e “Lulu boca de veludo”, e disse também que estes são ministros do “rabo solto”, ao contrário de outros, “que têm o rabo preso”.

Jefferson passou alguns anos de sua vida na cadeia, onde esse linguajar é comum, além de outras práticas a que faz referência o ex-deputado.

“Imagina uma cena com um ministro de quatro e um negão pá, pu, pu”, disse fazendo o gesto de relação sexual. “Não dá. Como é que esse homem pode representar a Justiça?”.

Não é preciso muito esforço para ver nesse comentário uma manifestação racista e homofóbica, que reforça preconceitos na sociedade.

O ataque debochado foi feito no canal bolsonarista “Questione-se” e já teve quase 100 mil visualizações.

 

 

 

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!