VÍDEO: Lewandowski aponta parcialidade de Moro no processo contra Lula e violação do direito de defesa

O ministro do Supremo Tribunal Federal Ricardo Lewandowski apontou a parcialidade do então juiz Sergio Moro no processo da Operação Lava Jato contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Lewandowski questionou a decisão de retirar o sigilo da delação de Palocci, que foi juntada ao processo contra Lula por Moro, apenas às vezes do primeiro turno da eleição presidencial de 2018.

“A determinação da juntada dos termos de colaboração premiada consubstancia, quando menos, inequívoca quebra de imparcialidade”, disse o ministro durante sessão da 2ª Turma do STF.

Lewandowski afirmou que Moro, além de influenciar nas eleições de 2018, também violou o sistema acusatória bem como as garantias constitucionais do contraditório e da ampla defesa.

Veja:

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!