VÍDEO: Mulher que se diz “serva de Deus” agride atendente de rodoviária em MT e é presa por homofobia

Neste domingo (28), uma mulher que se diz “serva de Deus” agrediu verbal e fisicamente atendente de rodoviária em MT.

Ela o chama de “viado” repetidas vezes e o segura pela roupa.

Após ser orientada sobre regras de prevenção da pandemia, a mulher quebrou máquinas de cartão, cones, teclado e monitor de um computador, o celular de um mototaxista, além do balcão da agência.

A mulher foi presa por homofobia, ameaça, dano, injúria mediante preconceito, lesão corporal e tráfico de influência.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!