VÍDEO: Pastor que “ressuscitou” fiel é desmascarado

Reportagem da BBC informa que um vídeo do pastor Alph Lukau, da África do Sul, em que ele aparece  “ressuscitando” um homem, é usado como prova de uma farsa.

O pastor grita “levante-se” para um homem deitado em um caixão.

Em seguida, ele se ergue, e as pessoas presentes gritam, levantam as mãos, alguns choram.

O vídeo viralizou e foi apresentado como prova de poder de Deus em outras igrejas evangélicas, inclusive no Brasil.

“A ressureição de Lázaro não foi uma ficção, foi real … Jesus ainda é o mesmo e o seu poder é Imutável!!!”, comemorou uma empresária que é seguidora da Igreja Assembleia de Valor, em post da rede social.

Só que, alguns dias depois, a farsa começou a ser desmontada.

As empresas funerárias que venderam caixões dizem que foram manipuladas a se envolverem na farsa organizada do lado de fora da igreja de Lukau, próximo a Joanesburgo.

O homem que se levantou nunca morreu.

Três empresas funerárias que dizem ter sido enganadas e anunciaram que estão tomando medidas legais por danos à sua reputação.

A Kingdom Blue, a Kings & Queens e a Black Phoenix disseram à imprensa local que os representantes da igreja os enganaram de diferentes formas.

“Supostos membros da família do falecido” disseram à Kings & Queens que tiveram um “conflito com um outro fornecedor de serviços funerários”.

Os clientes também supostamente colocaram “adesivos da Black Phoenix em um carro particular” para parecerem críveis para a Kings & Queens quando foram contratar um carro fúnebre da empresa.

O caixão, dizem os diretores de funerárias, foi adquirido da Kingdom Blue.

O site de notícias Sowetan relata que a igreja recuou em sua alegação de ter realizado uma ressurreição, dizendo que o “morto” já estava “vivo” quando foi levado ao local.

O pastor havia apenas “completado um milagre que Deus já havia realizado”, disse a Alleluia Ministries International ao Sowetan.

.x.x.x

Veja o vídeo da farsa:

Acompanhe as publicações do DCM no Facebook. Curta aqui.

Clique aqui e assine nosso canal no youtube

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!