VÍDEO: Prefeito esconde propina e diz: “Na cueca, a camisa é curta”

Prefeito esconde propina e diz: “Na cueca, a camisa é curta”. Foto: Reprodução/YouTube

Da reportagem de Pepita Ortega, Pedro Prata e Luiz Vassallo no blog de Fausto Macedo no Estado de S.Paulo.

Em uma ação controlada realizada no dia 22 de outubro do ano passado, em um quarto de hotel em Souza, no interior da Paraíba, a Polícia Federal flagrou uma entrega de propina de R$ 25 mil ao prefeito de Uiraúna, João Bosco Nonato Fernandes (PSDB) para posterior repasse ao deputado federal afastado Wilson Santiago (PTB/PB). O vídeo e o áudio do encontro foram anexados à representação policial que culminou na Operação Pés de Barro, que prendeu o chefe do executivo de Uiraúna.

Desencadeada em dezembro, a ‘Pés de Barro’ apura suposto desvio de recursos da construção da Adutora Capivara, no sertão paraibano. Segundo as investigações, entre outubro de 2018 e novembro de 2019, a empresa Coenco Construções, responsável pela obra, pagou R$ 1,2 milhão em propinas a Wilson Santiago e R$ 633 mil ao prefeito.

(…)

Durante o diálogo, João Bosco cobra do empresário R$ 200 mil que estariam faltando dos valores acertados, mas George explica que estaria com R$ 25 mil que deveriam ser entregues a Evani Ramalho, secretária parlamentar de Santiago.

(…)

Bosco concorda em levar os R$ 25 mil e pergunta para quem é o dinheiro. George responde que seria para Wilson, diz a PF. Bosco então retira o dinheiro da sacola e coloca o montante nas ‘roupas de baixo’ dizendo: ‘na cueca, camisa é curta’.

(…)

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!