VÍDEO: Racista caminha com fuzil tranquilamente nos EUA após assassinar manifestantes

Um supremacista de 17 anos, foi preso nesta quarta (26), foi acusado de homicídio após ter participado do tiroteio que matou duas pessoas e feriu uma terceira durante os protestos contra violência policial em Kenosha, Wisconsin, nos Estados Unidos.

Identificado como Kyle Rittenhouse, o jovem saiu às ruas com um fuzil, interagindo até mesmo com a polícia, que pede para que ele deixe o local, mas não age para contê-lo.

O vídeo abaixo compara a caminhada armada de Kyle com a execução de Jacob Blake, revelando o racismo institucional das forças de segurança dos EUA.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!