VÍDEO: Reinaldo Azevedo fala de procuradora autorizada por Dallagnol a redigir impeachment de Gilmar pedido por Modesto Carvalhosa

Dallagnol e sua “laranja”, a procuradora Thaméa Danelon

Em seu programa na Band News FM, Reinaldo Azevedo soltou uma nova revelação da Vaza Jato, fruto de parceria entre ele e o Intercept.

Segundo os trechos de diálogos mostrados por Azevedo, a procuradora Thaméa Danelon, então na Lava Jato de SP como coordenadora, mandou uma mensagem para Dallagnol.

Foi em 3 de maio de 2017.

Thaméa avisou a Dallagnol que o jurista Modesto Carvalhosa lhe pediu para redigir o pedido de impeachment de Gilmar Mendes.

“Um procurador da República atuando como auxiliar de um advogado do setor privado”, apontou Reinaldo.

Dallagnol, ao invés de demiti-la, achou “sensacional”.

“Manda ver”, escreveu.

Augusto Aras, o novo PGR, pretende levar Thaméa para coordenar a força tarefa em Brasília.

Está no final do vídeo.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!