VÍDEO: Reunião de ministros mostra que Ernesto Araújo mentiu na CPI e por isso deve ser preso

Ernesto Araújo disse que China é uma nação “não democrática e que não respeita os direitos humanos”

Na CPI da Covid nesta terça (18), Ernesto Araújo diz que jamais “promoveu nenhum atrito com a China”.

Ele foi questionado sobre o artigo em que fala do “comunavírus”, mas justificou que era uma resposta ao filósofo Slavoj Žižek.

No entanto, na frase de Ernesto Araújo, ele omitiu o que disse na reunião ministerial de 22 de abril de 2020, tornada pública posteriormente.

À época, o ex-chanceler afirmou que a China é uma nação “não democrática e que não respeita os direitos humanos”.

Fabio Wajngarten, também ex-ministro do governo Bolsonaro, mentiu à comissão, mas, por piedade, não foi preso.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!