VÍDEO – Roger Waters em show em Curitiba: “É nossa última chance de resistir ao fascismo antes de domingo”

Pouco antes das 22h, Roger Waters interrompeu a execução de “Breathe” para protestar contra Bolsonaro no estádio Couto Peireira.

Aparecia no telão: “São 9:58. Disseram que não podemos falar sobre a eleição depois das 10 da noite. É lei”.

“Só temos 30 segundos. Essa é a nossa última chance de resistir ao fascismo antes do domingo. Ele não!”.

Na véspera do show, a produção foi notificada pela Justiça Eleitoral de que Waters cometeria crime eleitoral se fizesse comentários de cunho político após as 10 da noite e poderia ser preso.

A República de Curitiba vai dormir sem essa.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!