VÍDEO: “Sem cena, tá? A gente te avisou da outra vez”, disse o segurança enquanto João Beto agonizava

Novas imagens revelam o grau de covardia de um dos seguranças que mataram João Alberto Silveira Freitas, o João Beto, em uma loja do Carrefour em Porto Alegre.

João Beto agonizava, com o joelho do outro covarde sobre suas costas, quando o segurança se abaixa e diz:

Aí, rapaz, sem cena, tá? A gente te avisou da outra vez”, disse.

João Beto foi vítima de racismo, ao ser conduzido para fora da loja na noite de quinta-feira, quando fazia compra com sua mulher.

Enquanto era conduzido para o estacionamento, cercado pelos dois seguranças e uma funcionária do Carrefour, Adriana Alves Dutra, cúmplice do assassinato, ele deu soco em um dos seguranças.

Os dois, então, o espancaram até a morte.

Os assassinos são Giovane Gaspar e Magno Borges Braz.

A funcionária Adriana Alves Dutra gravou toda a cena, bem de perto, e parecia dar ordens aos seguranças.

Ela também ameaçou um entregador que gravou toda a cena.

“Não faz isso, não. Vou te queimar na loja”, disse.

 

 

 

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!