VÍDEO – Vanusa interpretou a música da 1ª abertura do Fantástico: “Nós temos mágica para fazer”

A cantora Vanusa, que morreu na madrugada deste domingo, dia 8, foi intérprete da música que marcou a primeira abertura do Fantástico, programa de entretenimento e jornalismo criado pela Globo em 1973, com supervisão geral de Augusto Cesar Vanucci, um dos seis maridos que teve ao longo da vida.

A abertura do Fantástico não foi seu maior sucesso.

Vanusa teve até disco produzido por Paulo Coelho, em 1981, quando ele ainda não era o escritor famoso.

A cantora morreu na casa de repouso onde vivia há mais de dois anos em Santos, no Litoral de São Paulo.

De acordo com a assessoria de imprensa da cantora, que tinha 73 anos, um enfermeiro da unidade percebeu, por volta das 5h30 da manhã, que ela estava sem batimentos cardíacos.

Uma equipe da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) foi acionada e constatou insuficiência respiratória como a causa da morte.

De agosto a setembro, Vanusa esteve internada no Complexo Hospitalar dos Estivadores, em Santos, para tratar uma pneumonia. Ela chegou ficar na UTI e respirar com ajuda de aparelhos.

Nos últimos anos, a artista sofreu com depressão.

Sua filha Aretha Marcos disse que ela tinha Mal de Alzheimer.

 

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!