Vitória do MAS é revés importante para golpismo patrocinado pelo império. Por Luis Felipe Miguel

Publicado no Facebook

Manifestação contra o golpe na Bolívia, em 2019. REUTERS/Carlos Garcia Rawlins

Por Luis Felipe Miguel

As projeções na Bolívia dão uma vitória folgada ao MAS, em primeiro turno. É um importante revés para o golpismo com patrocínio imperial na América Latina.

A questão agora é saber o que poderá ser a presidência de Arce. Os grupos que deram o golpe no ano passado certamente não ficarão passivos.

Eles estarão alerta, buscando manter o governo na defensiva para limitar quaisquer iniciativas nacionalistas e redistributivas.

Como sempre, dispostos a indicar qualquer “ataque à democracia” como justificativa para uma nova intervenção de força.

E a “democracia”, no vocabulário dominante, inclui muita coisa – manipulação da informação, uso político das religiões, dinheiro grosso vindo dos Estados Unidos.

O dilema dos países latino-americanos é sempre esse: nossas “democracias” sempre são mais estáveis quanto mais abrem mão da defesa da soberania nacional e da promoção da justiça social.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!