Xingada diariamente, Sâmia Bonfim enfrenta a delinquência bolsonarista das redes. Por Vinícius Segalla

A deputada Sâmia Bomfim (PSOL-SP), em comissão na Câmara dos Deputados. Foto: Divulgação

SOU AQUELE QUE SERÁ O 43° PRESIDENTE DO BRASIL (ESTAMOS NO 38° E SOU FÃ DEMAIS DELE) ANTI-ESQUERDISTA PRÓ VIDA, PRÓ ARMAS! Eis a descrição em sua conta de Twitter de Fellipe Helio, cuja foto de perfil traz os dizeres “Fascista é o cu da sua mãe”. No último dia 20, ele postou a respeito do governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel.

Ele estava respondendo a uma postagem da deputada federal Sâmia Bonfim (PSOL-SP), que criticava o governador por “comemorar uma tragédia como se fosse uma partida de futebol”.

“Prefiro ele que qualquer um do PSOL !
VOCÊS SÓ SABEM ADORAR BANDIDO !
VAI TRABALHAR CAMBADA DE A TOA !
E SÂMIA, PARA DE COMER BIG MAC !

Fellipe Helio tem 1.442 seguidores no Twitter.

No mesmo dia 20, a parlamentar postou sua opinião sobre as nuvens escuras que entrevaram a tarde de São Paulo. O deputado estadual Gil Diniz (PSL-SP), conhecido nas redes e nas urnas como “Carteiro Reaça”, é um dos deputados da Assembleia Legislativa mais próximos do presidente estadual do partido, Eduardo Bolsonaro. Uma busca no Youtube mostra a quantidade de vídeos que fizeram juntos no período de campanha eleitoral. Gil Diniz respondeu às ponderações de Sâmia Bonfim como segue abaixo.

O Carteiro Reaça tem 66,5 mil seguidores no Twitter.

Já no dia 3 de abril deste ano, Sâmia Bonfim fez uso de sua conta no microblog para narrar episódio ocorrido durante atividade de exercício do seu mandato, uma reunião na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça da Câmara) com a presença do ministro da Economia, Paulo Guedes. Ela escreveu: “Paulo Guedes destemperado na CCJ nesse momento. Diante dos protestos dos deputados, provoca dizendo “falem mais alto que eu não escuto”. O humorista Danilo Gentili achou por bem responder como segue abaixo.

 

Danilo Gentili tem 17,5 milhões de seguidores no Twitter.

O humorista diz que só faz piada e jamais se dobrará ao politicamente correto. O sagrado direito de fazer piada.

Coincidência, como quer o humorista, ou não, fato é que depois da piada de Gentili, pessoas que se dizem de Direita, sejam políticos, deputados, assessores de parlamentares e tribunais de Justiça, humoristas, youtubers ou celebridades em geral, passaram a achar graça em chamar a deputada Sâmia Bonfim de gorda e de fazer toda a sorte de piadas relacionadas ao corpo da deputada. Aos que duvidam, basta uma busca no Twitter com as palavras “Sâmia” e “Big Mac”. Se acharem pouco, repita a busca com “Sâmia”e “Gorda”.

Logo depois da piada de Gentili, Rubinho Nunes, advogado e coordenador nacional do MBL (Movimento Brasil Livre), 39,8 mil seguidores no Twitter, respondeu dizendo que a deputada não deveria processar o humorista por ter sido chamada de gorda, afinal, “o espelho faz isso diariamente e ela não processa a fábrica“.

Já no dia 23 do mesmo mês, Clau Costa, “empresária, mãe, esposa! Ativista de Direita”, 10,6 mil seguidores no Twitter, postou: “Deptª Samia , estou passando para avisar que hoje tem promoção de Big Mac ! Vc não pode perder !!! Que tal trocar a CCJ por alguns sandubas????

Hoje em dia, não há um post de Sâmia Bonfim no Twitter ou no Facebook que não receba como resposta uma enxurrada de piadas e ofensas relacionadas ao corpo da deputada. Duvida? Este post é desta sexta-feira (23), basta clicar. No mais das vezes, são posts de fellipes hélios e claus costa. Não raro, porém, são também de rubinhos nunes e carteiros reaças.

A presente reportagem não tem a intenção de prestar defesa ou mesmo solidariedade à deputada Sâmia Bonfim. Até porque, a parlamentar mal vira os olhos para essa baboseira toda. Tampouco tem problema de falar sobre o assunto, como mostrou em entrevista ao canal Sputinik, no último dia 7 de agosto. É só que ela tem mais o que fazer. O DCM até entrou em contato com Sâmia na tarde desta sexta-feira (22), mas a parlamentar ainda não tinha respondido até a publicação.

De resto, não é tão importante a resposta da deputada. A reportagem não é sobre ela, que não precisa de defesa nem solidariedade. A reportagem é sobre o Brasil, sobre a convivência entre adultos, sobre as instituições e o debate democrático. É a eles que se deve defender. É a eles que se presta solidariedade, pela infestação que sofrem, de fellipes, claus, carteiros, rubinhos e gentilis.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!