XP sofre processo nos EUA por mentir aos investidores

Dallagnol na XP

Advogados de investidores estão processando a corretora brasileira XP Investimentos sob a acusação de ter mentido em aconselhamento financeiro a investidores.

Apenas três meses após a abertura pública de ações da XP (IPO), a consultoria Winkler Group levantou sérias dúvidas sobre os balanços financeiros divulgados pela corretora.

Com a divulgação do processo na SEC (equivalente norte-americana à Comissão de Valores Mobiliários), as ações da corretora levaram um tombo de 13% na Nasdaq, a bolsa de valores eletrônica nos EUA, segundo o site de notícias econômicas Brazilian Report.

Dentre outras acusações, o relatório da Winkler Group revela sérias discrepâncias entre a auditoria interna da XP Investimentos e os relatórios financeiros enviados aos que compraram ações da empresa. 

De acordo com o documento, a XP Investimentos diz ter demitido o auditor responsável por esses relatórios com informações incorretas.

Pelo menos dois escritórios de advocacia norte-americanos, o Block&Levinton e o Rosen Law Firm, estão processando a XP. 

Os escritórios de advocacia também estão recomendando que os investidores acionem o conselho de administração da corretora.

Uma das maiores corretoras de ações brasileira, a XP Investimentos abriu seu capital em dezembro de 2019, numa oferta pública de ações de R$ 1,96 bilhões. 

À época, as ações da empresa eram consideradas o melhor investimento financeiro de 2019.

A XP Investimentos foi uma das fiadoras da candidatura de Jair Bolsonaro perante o mercado financeiro. 

Em março de 2019, a corretora dizia que, com a aprovação da reforma da previdência, o dólar ficaria cotado em R$ 3,40. A reforma foi aprovada e o dólar está cotado em R$ 4,60.

Um dos garotos propaganda da XP foi o procurador Deltan Dallagnol, que palestrou num evento em 2018.

“Eu me tornei cliente da XP”, disse. A platéia, formada por convidados de vários bancos, aplaudiu. 

“E não teve qualquer facilidade, não, criada por eles. Eu fui por iniciativa própria. Entrei lá no site, fiz meu cadastro, assim por diante. Eu estou dentro daquele grande percentual de clientes altamente satisfeitos com a empresa”.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!