A voz do rato: na íntegra, o áudio do bolsonarista misógino especialista em fake news. Por Pedro Zambarda

Leonardo Oliveira, o “l0en”, na reunião com Ênio Mainardi. Foto: Reprodução/Facebook

O DCM publicou neste domingo (3) um texto sobre os ratos da rede de esgoto bolsonarista que mostram o focinho espalhando mentiras na internet. Um podcast de uma série chamada “Ninguém Se Importa” foi vazado e mostra o publicitário Leonardo Oliveira admitindo que montou fake news contra Jean Wyllys. A gravação foi tirada do ar pelos autores provavelmente devido ao teor do que foi dito.

A gravação tem uma hora e 27 minutos de duração. Não fica apenas em ataques às personalidades políticas. Conduzido por Leonardo “l0en” Oliveira, Hiram Galdino e “Gugu Faraó”, o podcast ataca mulheres, trans e até a ativista Luisa Mell, que defendeu animais na tragédia em Brumadinho.

Confissão de fake news contra Jean Wyllys

No minuto 27, Leonardo confessa que criou fake news sobre Jean Wyllys. “Outro dia eu tava neurótico com fake news, do tipo ‘será que fake news que a gente tá fazendo zoando tá certo ou tá errado’? Falar que o carro HB20 do Adélio [Bispo, o homem que deu a facada em Bolsonaro] tá no nome do Jean Wyllys”.

E ele complementa, criando outra fake news: “comecei a pensar que era certo. O Jean Wyllys falou que ele tá exilado e foi morar na Alemanha. Os caras mentem sem parar o dia inteiro. Então tem que bater com a mesma força nos caras, sim. Por que o Jean Wyllys ligou pro presidente da Vale 25 vezes no dia que explodiu Brumadinho? Por quê? Explica essa pra mim, Brasil”.

Preconceito com nordestinos

Em uma hora e cinco minutos de gravação, Hiram diz o seguinte: “o baiano é engraçado, você sabe quando é baiano pelos óculos amarelados, calça com bolso na canela e [um carro modelo] Kadett. Baiano adora um Kadett”. Na mesma parte da gravação, Gustavo e Hiram falam de sexo e soltam, de maneira preconceituosa: “mas o que me atrai mesmo é só as baianas gostosas, as negonas dançando. Pelo menos isso aí é o que tem de mais especial na Bahia. Porque de resto é tudo bosta”.

Oportunidade na política

Rodando mais cinco minutos de podcast, Leonardo Oliveira diz que gostaria de entrar na política, no cargo de vereador. “É 15 mil votos, easy, vou me candidatar sim em 2020, to esperando um partido me aceitar. É 30 pau [30 mil reais] mais a grana do gabinete. Vereador deve ser uns 15. Imagina eu com 15 pau”.

No mesmo diálogo, Hiram solta: “nosso erro foi não ter ido nessas eleições, viajamos”. E Gustavo complementa: “se o Frota conseguiu, vocês conseguem”.

Ataque contra Dilma

Ao longo da gravação, os três afirmam que as mulheres são o verdadeiro “mal da humanidade” e, com uma hora e 18 minutos de gravação, atacam a ex-presidente Dilma Rousseff.

Falam sobre estuprar Dilma fantasiados de Ustra pra “ela ficar molhada”, além de “se vestir de rato e chupar ela”. Um deles solta: “o único torturado foi o rato, que merece a pensão”.

Gravação na íntegra

Leonardo Oliveira é o mesmo publicitário que esteva reunido com Ênio Mainardi, o pai do Diogo do Antagonista, nas eleições, em outubro de 2018, afirmando que “eu não sei mais o que é real e o que não é”. Foi chamado na reunião de um dos “meninos do Twitter”.

Segue o áudio completo neste link. Para não perder tempo, você pode ir direto aos minutos indicados acima:

PS: As páginas de Pedro Zambarda na rede social foram alvo de ataque de hackers depois que ele solicitou entrevista a Leonardo Oliveira.

PS 2: O áudio chegou a ser tirado do ar. Subimos novamente em um link para você ouvir a conversa.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!