Analfabeto funcional: 1 a cada 4 tuítes de Bolsonaro contém um erro de português

Esta frase simplesmente não tem sentido

POR CHARLES NISZ

Praticamente um em cada quatro tuítes de Jair Bolsonaro tem erro de português.

Ao analisar os posts do presidente no Tweeter, o economista Gabriel Brasil chegou a esse levantamento de erros gramaticais ou ortográficos cometidos pelo mandatário.

Brasil pegou como amostra todas as postagens de Bolsonaro entre 1º de janeiro e 11 de março de 2019.

O total é de 381 posts na rede social de até 280 caracteres. Desses, 86 continham pelo menos uma presepada.

No levantamento sobre os posts de Bolsonaro, foram considerados apenas aqueles com mais de duas palavras.

Também foram descartados os que tinham apenas emojis ou imagens.

Com tal volume de erros, “podemos afirmar matematicamente”, diz Brasil, que Jair Bolsonaro é um “analfabeto funcional”.

“A taxa de erros deve ser ainda maior nos posts antes de Bolsonaro assumir a Presidência, pois não havia tanta checagem e fora outros posts com erros que podem ter sido apagados e repostados”, completa.

Também não foram considerados posts escritos em outros idiomas.

Ao confrontar uma jornalista espanhola do jornal El Pais, Bolsonaro usou um falso cognato e foi corrigido publicamente pela repórter do periódico.

Já num texto em inglês, ao responder à rainha Elizabeth, da Inglaterra, cometeu uma gafe.

Chamou-a de “Queen”, quando o protocolo é utilizar “Her Majesty”, “Your Majesty” ou “Your Highness”.

A não ser que Jair estivesse se referindo à banda de Freddie Mercury, o que é pouco provável porque JB não gosta desse tipo de música de pervertido.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!