Bolsonaro anuncia que reconduziu Aras para novo mandato na PGR

O procurador-geral da República, Augusto Aras, e o presidente Jair Bolsonaro em evento na PGR, nesta segunda-feira (25) – Marcos Corrêa/Presidência da República

Jair Bolsonaro (sem partido) disse nesta terça (20) no Twitter que indicou o atual procurador-geral da República, Augusto Aras, para um novo mandato de dois anos no cargo.

LEIA – Cúpula do MP pede a Aras investigação contra Bolsonaro por ameaças a eleições

O presidente da República publicou na rede social:

LEIA MAIS – Augusto Aras se manifesta contra privatização dos Correios e diz que venda da estatal é inconstitucional

“Encaminhei ao Senado Federal mensagem na qual proponho a recondução ao cargo de Procurador-Geral da República o Sr. Antônio Augusto Aras”

Essa indicação do procurador-geral da República é prerrogativa do presidente. Cabe ao Senado sabatinar o indicado e, em seguida, aprovar ou rejeitar a nomeação. A sabatina acontece na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), e a votação, secreta, no plenário do Senado. Para poder ser reconduzido ao cargo, Aras precisa de pelo menos 41 votos favoráveis.

Augusto Aras foi indicado por Bolsonaro para assumir o comando do Ministério Público Federal em setembro de 2019. O nome do procurador não estava na lista tríplice elaborada pela associação nacional da categoria, rompendo uma tradição que se mantinha desde o primeiro governo Lula. Aras integra o Ministério Público desde 1987 e define-se publicamente como conservador. 

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!